Igreja Una Santa Católica e Apostólica


Solenidade da Imaculada Conceição

07/12/2013 19:19

- Meu olhar em ti ó Mãe -

“Porque se somos seus filhos, certamente devemos parecer-nos com nossa Mãe; ela é puríssima e imaculada, e nós não podemos viver em pecado.” (Afonso Milagro).

“Nascemos todos manchados pela culpa original: somente tu e teu Filho, sois livres de todo o mal”, assim canta hoje este hino (Laudes) os filhos da Mãe de Misericórdia, neste dia solene, reconhecendo que Nela tudo é luz, tudo é claridade, tudo resplendor, toda ela é virtude, toda santidade, toda limpidez e brilho para os olhos de Deus e dos homens.

Mergulhando nosso coração no Dela, para daí vivenciarmos a Lectio deste domingo, com tamanha ternura, peçamos: “Oh! clementíssima Virgem, que com mão piedosa repartes vida aos mortos, saúde aos enfermos, luz aos cegos, sol aos desesperados e esperança aos que choram. Saca dos tesouros de tua misericórdia refrigério para minha alma quebrantada, alegria para meu entendimento e chamas de caridade para meu duríssimo peito. Sede vida e saúde de minha alma, doçura e paz de meu coração e suavidade e regozijo de meu espírito. Vós sois estrela claríssima do mar, Mãe cheia de compaixão, endereçai meus passos, defendei-me dos de inimigos, até aquela final hora, assistido de teu auxílio, enriquecido com tua graça, vencidas as inimizades do infernal dragão, saia deste mundo para as eternas e seguras alegrias da vida bem-aventurada.” Amém. (Santo Ildefonso).

 

Tomando a Palavra da Sagrada Liturgia, reservada para nós hoje, com atenção, escuta humilde, diante do mistério que celebramos, de sua imensidade, para meditarmos e alcançarmos a compreensão de seu valor e do motivo por que a Santíssima Virgem tanto o estima, leia: Gn 3,9-15.20; Sl 97 (98),1-4; Ef 1,3-6.11-12; Lc 1,26-38.

Neste dia, podemos tomar em nossas mãos uma pequenina estampa, imagem ou ícone da Santíssima Virgem Maria, com tamanha devoção que nos é dada através do Dom de Piedade, e trocarmos olhares de amor, amor de Mãe e de filho. E agora contempla a alma de Maria ao entrar na Vida. Ela devia ser como nós em tudo. Deus porém, faz uma exceção única só para Ela... nasce tal qual se formou nas mãos do Senhor: pura... sem mancha... imaculada. E se detém por algum tempo a contemplar esta formosura. Felicite-a por ser Imaculada. Vê os anjos acompanhando-a com palmas e celebrando a sua entrada neste mundo que não é uma derrota como acontece conosco, pela culpa original, senão um triunfo da Trindade sobre a serpente.

Cante, assim como cantávamos quando crianças, e a nós se juntam os anjos, juntos, para dar louvores à Santíssima Virgem, ao vê-la aparecer neste mundo e tão majestosamente bela. Nunca houve e jamais haverá flor mais branca que a alma de Maria na sua Conceição. Pensa, além disso, que sendo isenta do pecado, não devia sofrer, nem morrer; Deus porém quis que assim fosse à semelhança de Seu Filho que, por amor se abraçou à Cruz. Isto é, nela, o sofrimento não lhe era dado por castigo, senão que era aceito por amor a Deus, e por ser como Jesus... e por amor dos homens, para nos servir de consolo. Agradeçamos, pois, e animemos a sofrer com Ela e, à sua imitação, a amar a cruz.

E terminando, podemos dar graças a Deus por ter feito assim a tua Imaculada Mãe... agradeça a Ela por esse privilégio... e dá os parabéns a toda a humanidade por ter uma tal Mãe. Ao rezarmos a Salve-Rainha, com o olhar Nela, concluindo nossa lectio, nos ponhamos em marcha a anunciar que Seu Amado Filho se aproxima, logo virá Aquele pequeno Rei e Senhor, e o mundo precisa voltar para Ele... Vamos... é Ela que avança como aurora, brilhante como o sol, terrível como um exército em ordem de batalha... é Maria, a Mãe de Deus e nossa Mãe. Amém.

Santo domingo a todos e faça-se em nós segundo a Tua vontade Senhor.

 

Por Carlos Guilherme

Leia também: Os 4 Dogmas Marianos

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!