Igreja Una Santa Católica e Apostólica


O mistério maior

21/07/2015 22:59

Um mistério que não se resolve com a cabeça, mas sim que se vive e palpita no coração.

 

É um mistério. Mas mistério de amor grande, santo, imortal. Um mistério que não se resolve com a cabeça, mas sim que se vive e palpita no coração. No nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, repetimos como síntese de fé, e são palavras vivas do coração. Existe um pai, um filho e um amor, não revelam que Deus não é sozinho, individual, ilhado, distante, mas que Deus é família, pessoas completamente diferentes, o Pai e o Filho, mas unidos em um abraço de amor ferido e invencível, poderoso. Deus é comunhão de Amor na diversidade das pessoas, até tal ponto que o Amor é a terceira pessoa da Trindade, o Espírito Santo. E o amor não é estático, o amor se move, cria, dá sentido, direciona, cura, liberta, vivifica. Deus amor é vida em plenitude.

 

Quando nomeamos a Deus fazendo o sinal da cruz sobre nós, revivemos, atualizamos o abraço da Trindade com suas benções, dons, benefícios e milagres de Amor divino com você e comigo: O Pai amante nos dá o seu Filho amado, para que Jesus ressuscitado nos abrace, nos ilumine e nos ascenda com este amor; para que nos reúna, nos uma, nos cure do mal e nos encha com sua força poderosa do Espírito de Vida plana no Amor. Faço o sinal da cruz sobre mim e sobre os meus. Repito pensando e sentindo que Deus nos abraça em seu amor a mim e a você, porque pelo batismo somos filhos seus no seu Filho amado. E quando rezamos, quando participamos dos sacramentos e servimos ao irmão, respiramos a mesma Vida plena no Amor que respiram o Pai e o Filho.

 

Faço o sinal da cruz pensando e sentindo: o Deus altíssimo, nosso Pai que nos olha, nos quer e nos cuida, nos deu seu Filho com um corpo como o meu e o seu, para que nos abrace e nos una a Deus e entre nós com o Espirito de Amor santo, em tantas benções a graças. Tenho este sinal da Trindade, da Cruz, impresso no corpo, porque o sacerdote traçou sobre mim na santa crisma no meu batismo.

 

Por: Jesuita Guillermo Ortiz

Tradução: Tiago Rodrigo da Silva

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!