Igreja Una Santa Católica e Apostólica


O mistério da Eucaristia!

21/07/2015 22:48

Quanta coisa significa o Pão!

Vejamos o que acontece quando o pão chega ao altar e é consagrado pelo sacerdote...

Os sacramentos são sinais, "produzem o que eles significam." Daí a importância de entender o que é um sinal do pão dos homens. Em certo sentido,  compreender a Eucaristia prepara melhor o trabalho do agricultor, o moleiro, a dona de casa ou do padeiro que do teólogo, porque aqueles sabem do pão infinitamente mais do que o intelectual que o vê apenas no momento que chega à mesa para comer, talvez até mesmo distraidamente.

Quanta coisa significa o pão! Trabalho, espera, alimento, alegria doméstica, a unidade e a solidariedade entre os que comem... O pão é o único entre todos os alimentos, não dá náuseas; você come diariamente e cada vez mais com o seu sabor. Ele vai com todos os alimentos. As pessoas com fome não invejam o caviar dos ricos ou salmão defumado; invejam especialmente o pão fresco.

Vamos ver o que acontece quando o pão vem ao altar e é consagrado pelo sacerdote. A doutrina católica é expressa com a palavra: transubstanciação. Com isso significa que, no momento da consagração o pão já não é pão; se torna o corpo de Cristo; a substância do pão, isto é, a sua mais profunda realidade é percebida, não com os olhos, mas com a mente, dá lugar a substância, ou melhor, uma pessoa, Deus está vivo e ressuscitado, mas as aparências (em linguagem teológica 'acidentes') externos continuam a ser o pão.

 

Pedimos ajuda a uma palavra mais próxima de nós para compreendermos a transubstanciação e que nos é mais familiar: a palavra transformação. Transformação significa passar de uma forma para outra, movimento de transformar uma substância em outra. Tomemos um exemplo. Vendo uma senhora sair do salão com um penteado completamente novo, é espontâneo dizermos, "Que transformação!". Ninguém sonha em exclamar: "Que transubstanciação". Claro. Ela mudou sua forma e aparência, mas não o seu ser mais íntimo e sua personalidade. Se ela era inteligente antes, ainda é agora; se não fosse, eu sinto muito, mas também não é agora. Eles mudaram a aparência e não a substância.

Na Eucaristia é exatamente o oposto: altera a substância, mas não as aparências. O pão é transubstanciado, mas não transformado; aparências (forma, sabor, cor, peso) ainda são como antes, enquanto mudando a realidade profunda tornou-se o corpo de Cristo. Ele fez a promessa de Jesus: "O pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo".

A Eucaristia ilumina, enobrece e consagra toda a realidade do mundo e da atividade humana. Na Eucaristia, a própria matéria, terra, água- são apresentadas a Deus e chega ao fim, que é a de proclamar a glória do Criador. A Eucaristia é o verdadeiro "Cântico das criaturas".

P. Raniero Cantalamessa

TRADUÇÃO: TIAGO RODRIGO DA SILVA

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!