Igreja Una Santa Católica e Apostólica


Nova doença: SMD – Síndrome dos Musicais da Disney - Jujubinhas Detected!

27/01/2014 21:55
 

 


 

Estava na igreja prestes a participar da Santa Missa e ouço o canto de entrada que parecia uma mistura de forró com sertanejo, se é que isso possa acontecer, mas o canto que não me lembro mais falava de cruz, de libertação etc.Como todo canto influenciado pela Teologia da Libertação que está em 90% de nossas paróquias.(sic)

Fiquei vendo aquilo e pedindo a Deus que a celebração não me ajudasse a ter uma nova repulsa por está ali, entenda-se bem: A repulsa não pela Santa Missa a qual prezo e amo com toda a minha vida, mas pelo modo de como ela é celebrada e banalizada.

Pois bem, fiquei pensando como nós católicos adotamos o discurso de uma doença que eu mesmo diagnostiquei e dei o nome : Síndrome dos Musicais da Disney.

Explico! Quem nunca viu um desenho da Disney que no meio de um sofrimento da Branca de Neve, da Bela Adormecida, do Rei Leão e tantos outros começam a cantarolar, ai vem um monte de bichinhos, pássaros, ratinhos e mais uma grande fauna? Misturam um sentimento de dor com um discurso de sofrimento, de coitadinho, de “tenham dó de mim” e tudo isso cantado!

Eu participo de muitas páginas católicas que me tem feito refletir muito sobre que fim nos levará esse discurso “politicamente correto” sobre o Evangelho e a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Existe atualmente uma nova forma de interpretar as palavras Sagradas do Divino Mestre, que ele em seu apogeu de misericórdia nunca teria tanta afago como se tem visto pelos católicos que ultimamente se julgam ortodoxo.

Quem não se lembra do maravilhoso encontro de Jesus com Maria Madalena, a pecadora pública diante dos velhos que queriam lhe apedrejar?

“Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra” disse o Senhor do Céu e da Terra, que conhece todos os corações e as intenções mais íntimas da alma.

Só que quem tem essa Síndrome dos Musicais da Disney esquece o restante da história.

Jesus olhou para a mulher e disse: “Ninguém te condenou? Nem eu te condeno; Vai e não peques mais!”.

Meu amigo! Como você fala pra uma prostituta não pecar mais? Qual outro trabalho ela teria a não ser esse? O que ela faria de agora em diante?

Jesus não teve “dó e nem piedade” com ela ao dizer isso “Não peques mais!”

Ele poderia simplesmente ter dito: “Nem eu te condeno, pode ir em paz! Vai com Deus! Ele é somente Amor, misericórdia, compaixão, ele te ama do jeito que você é!”Não?

Mas hoje os “jujubinhas” como são chamados nas redes sociais, os que têm a doença da SMD  (Síndrome dos Musicais da Disney)preferem adotar um discurso de não julgar, não condenar!

Ora, o YouCat 451 vai nos falar da Obras de Misericórdias Espiritual, dentre os quais as três primeiras são um verdadeiro pesadelo para um “Jujubinha”:

1° - Dar bom conselho.
2° - Ensinar os ignorantes.
3° - Corrigir os que erram.

Ou será que está errado o Catecismo? Ou mesmo o que os Santos Padres ou confessores disseram sobre isso?

Muito desejam o martírio, mas não conseguem sequer ouvir que um cara que comete heresias deve ser exortado.

Muitos se vangloriam de participar de Missas no rito extraordinário, mas não acham que os sacerdotes pecadores não devem ser corrigidos, devem apenar orar por eles.

Pois saibam que muito perderam a alma por falta de correção, por falta de ensinamento e de um bom conselho.

Os “Jujubinhas” tem o dom de distorcerem o verdadeiro Amor e a Misericórdia de Deus em um simples ato de conivência e adulação. E o pior, fica uma fera se forem exortados. “Onde está a misericórdia”? “Todos nós pecamos”! “Não se pode julgar alguém assim”! São os principais discursos de alguém com a Síndrome dos Musicais da Disney.

Claro que todo julgamento fora da caridade de Nosso Senhor é errado, mas e quando se tem provas, fotos, vídeos e tudo mais? É julgamento ou fato?

Sem muito estender esse assunto segue aqui o conselho de um pobre pecador, que deseja apenas seguir Jesus e a doutrina da Igreja. Se você sente que está sendo manipulado por esta doença (Síndrome dos Musicais da Disney) e está prestes a se tornar um “Jujubinha”, basta ler (e é claro interpretar conforme o ensinamento Católico) os Evangelhos e as Cartas de São Paulo, que você vai ter um grande choque ou uma grande libertação!

Temos que ficar espertos e deixar a “burrologia” da TL de lado, pois essa é a intenção dos mesmos. “Não vamos criticar”! E assim quem sofre é a Esposa de Cristo, a Igreja Católica e por consequência nós os filhos de tão maravilhosa Mãe.

Pax Vobiscum!

Por Leonardo de Souza

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!