Exame de Consciência para a Confissão de Casais

09/08/2014 14:57

Publicamos aqui um breve exame de consciência para casais se prepararem melhor para o Sacramento da Confissão, exame este elaborado pelo seminarista Matheus Pigozzo da Arquidiocese de Niterói.

 

1º Mandamento: Amar a Deus sobre todas as coisas

- Creio firmemente em Deus e na doutrina de sua Igreja?

- Li e propaguei escritos falando mal de Deus e da Igreja?

- Dei ouvido a conversas falando mal de Deus e da Igreja?

- Assisti sessão espírita, freqüentei cartomante, macumba ou culto protestante?

- Tenho confiança em Deus?

- Acreditei em horóscopo?

- Duvidei de alguma verdade de fé?

- Tenho esperança de me salvar sem mudar de vida, não largando o pecado?

- Deixei de rezar por muito tempo?

- Rezei mal?

- Coloquei Deus em primeiro lugar no matrimônio, rezando com meu cônjuge, pautando nossas decisões na vontade divina?

- Rezo e ensino meus filhos a dedicarem tempo a Deus?

- Educo meus filhos na fé católica e a testemunho com minha vida?

2º Mandamento: Não tomar seu santo nome em vão

- Tratei com descuido as coisas de Deus?

- Falei contra Deus?

- Jurei falso?

- Deixei de cumprir uma promessa?

- Falei o nome de Deus em piadas?

- Roguei praga?

- Falei mal da Igreja, de práticas piedosas ou de pessoas consagradas? Se falei, foi na frente dos meus filhos?

3º Mandamento: Guardar domingos e festas

- Deixei de assistir Missa inteira aos domingos tendo a possibilidade de ir?

- Deixei de assistir Missa nos dias de preceito que não caem necessariamente em domingo (1 janeiro Maria Mãe de Deus; 5ª feira de Corpus Christi; 8 de dezembro Imaculada Conceição e 25 de dezembro Natal)?

- Fui vestido de forma indecente para a Igreja?

- Cheguei atrasado ou fiquei desatento, conversando na Missa?

- Fui a Missa somente por agradar alguém (pais, esposa) e não para honrar a Deus?

- Dei mal exemplo aos meus filhos não assistindo a missa com atenção e piedade?

- Ensino aos meus filhos sobre a importância da Santa Missa e da presença real de Jesus na Eucaristia?

- Ensino meus filhos a se vestirem com decência e reverência para assistirem as ações litúrgicas?

4º Mandamento: Honrar pai e mãe

- Desrespeitei ou desobedeci meus pais ou meus superiores?

- Desrespeitei e maltratei meu sogro ou minha sogra (falando deles ou com eles)?

- Tratei mal ou com indiferença pessoas idosas?

- Desejei mal a eles?

- Não cuidei deles?

- Dei mau exemplo aos filhos?

- Tratei com injustiça e autoritarismo meus subordinados (filhos, empregados), não usando bem minha autoridade?

5º Mandamento: Não matar

- Matei alguém? / Abortei (aconselhei ou ajudei em aborto)?

- Tive ódio do próximo?

- Guardei mágoa de meu cônjuge ou de meus filhos? Faltei com o perdão?

- Tratei com indiferença meu cônjuge ou meus filhos?

- Procurei vingança?

- Tive caridade com os necessitados?

- Ensino o valor da vida aos meus filhos, motivando-os à caridade para com os demais?

- Prejudiquei minha saúde?

- Cuidei com responsabilidade da saúde de meu cônjuge e dos meus filhos?

- Atentei contra a própria vida ou a vida do próximo?

- Maltratei os animais sem necessidade?

- Comprei e utilizei drogas?

- Ensino meus filhos a preservarem a vida, a saúde e buscar o bem verdadeiro?

6º e 9º Mandamentos: Não pecar contra a castidade / Não cobiçar a mulher do próximo

- Consenti, dei prosseguimento a pensamentos impuros?

- Olhei maliciosamente coisas indecentes ou pessoas?

- Tive conversas imorais?

- Tive familiaridades exageradas com alguém, colocando-me em ocasião de pecado ou induzindo as pessoas pensarem que sou infiel ao meu cônjuge?

- Cantei / li, ouvi músicas / livros, revistas, filmes ou sites imorais?

- Uso do sexo só por prazer, não dando a devida importância ao seu sentido pleno?

- Pratiquei atos imorais comigo mesmo (masturbação), com meu cônjuge ou com outros?

- Toquei-me ou toquei alguém com sensualidade?

- Coloquei-me em perigo de pecado ou coloquei meu cônjuge em perigo usando de forma abusiva as ações preliminares do ato sexual, fazendo com que houvesse forte possibilidade de ejaculação fora da via natural?

- Concluí o ato sexual de forma não natural? (Obs: para que haja um ato sexual moralmente correto (forma natural) é necessário que sua conclusão seja a ereção e penetração do órgão masculino no órgão feminino e que haja a ejaculação dentro deste – a vagina. Logicamente visando a realização dos dois.)

- Preocupo-me se o ato sexual é satisfatório para meu cônjuge, ou busco satisfazer só a mim?

- Vesti-me de forma indecente (roupas muito justas, curtas ou sensuais)?

- Desejei maliciosamente pessoas?

- Dei prosseguimento a conversas, olhares e situações ou procurei lugares que me fizeram, ou me colocariam em risco de cometer adultério?

- Cometi atos sexuais completos ou incompletos fora do matrimônio (adultério)?

- Realizei atos sexuais com meu cônjuge pensando e desejando outra pessoa?

- Esterilizei-me ou concordei que meu cônjuge se esterilizasse (vasectomia ou ligadura), negligenciando a missão que recebi de gerar vidas, querendo fazer do ato sexual só fonte de prazer excluindo a sua outra importantíssima dimensão?

- Nego o ato sexual quando meu cônjuge o solicita justa, lícita e responsavelmente?

- Usei de métodos anticoncepcionais para regular o espaçamento da gravidez (camisinha, pílulas, etc…) separando arbitrariamente as duas dimensões inerentes ao ato conjugal?

- Usei dos métodos naturais lícitos para espaçar a gravidez, de forma cômoda, sem motivos sérios para tal?

- Quando ocorre alguma dificuldade no âmbito sexual da parte do meu cônjuge eu o critico, caçoo ou perco a paciência?

- De forma prudente e com pudor educo meus filhos para a vivência da pureza?

- Verifico e corrijo o que a escola ensina sobre a área sexual para os meus filhos?

- Oriento segundo a lei de Deus e da Igreja o namoro dos meus filhos?

- Tenho a prudência de não aparecer de roupas íntimas, não me portar de forma sensual ou de não conversar com meu cônjuge sobre assuntos íntimos na frente de meus filhos?

7º e 10º Mandamentos: Não furtar / Não desejar as coisas dos outros

- Tive vontade de roubar algo?

- Roubei algo?

- Aceitei objetos roubados?

- Cometi algo ilegal em meu emprego, ou sustento situações irregulares (desvio de dinheiro, serviços de internet, TV a cabo etc. não legalmente corretos)?

- Não devolvi algo emprestado?

- Deixei de pagar quem eu devia?

- Dei prejuízo enganando os outros?

- Desperdicei dinheiro exageradamente em jogos?

- Coloquei minha família em risco por me colocar em situações ilegais ou por compactuar com o mal?

- Ensino meus filhos, até nas pequenas coisas, a praticar a virtude da justiça – dar a cada um o que lhe é devido?

8º Mandamento: Não levantar falso testemunho

- Disse mentiras?

- Enganei, mesmo que em pequenas coisas, meu cônjuge?

- Não fui sincero para com meus filhos e meu cônjuge?

- Violei segredos?

- Traí a confiança da minha família levando assuntos particulares do lar para a rua?

- Inventei coisas sobre as pessoas?

- Julguei a intenção das pessoas?

- Falei mal dos outros?

- Dei ouvido a fofocas?

- Ensino meus filhos a serem sinceros e defenderem a verdade?

Mandamentos da Igreja

- Passei mais de um ano sem me confessar?

- Passei mais de um ano sem comungar?

- Não ajudei a minha comunidade eclesial (paróquia) a ajudar os pobres e se manter em suas necessidades?

- Comi carne e não jejuei na 4ª de cinzas e 6ª da semana santa que são os dias pedidos pela Igreja?

- Ensino meus filhos a importância da comunhão e da confissão?

- Ensino meus filhos a importância da mortificação?

- Motivo meus filhos à participação e ajuda à comunidade eclesial?

Pecados Capitais

Orgulho

- Tratei os subordinados com desdém?

- Quis em várias situações dominar e impor minha vontade?

- Penso no melhor para o meu cônjuge evitando posturas dominadoras e exclusivistas?

- Quero decidir o futuro de meus filhos por mero capricho, não respeitando suas aptidões e carismas?

- Não ouvi a opinião de minha família agindo de forma arbitrária?

- Não abri mão de minha vontade para fazer o que agrada o meu cônjuge e meus filhos?

- Não pedi perdão no que eu errei em meu relacionamento familiar, profissional e eclesial?

- Murmurei quando contrariado?

- Ensino meus filhos a pedir perdão e reconhecer quando erram?

- (Mulheres) Não reconheço meu papel feminino querendo me igualar a meu marido em tudo, me despreocupando de meus afazeres próprios do lar e do cuidado de meus filhos?

- Me fecho à geração de vidas por querer ganhar um papel mais importante em meu emprego ou destaque social?

- Não tenho unidade de vida com meu cônjuge, tendo posições egoístas, não compartilhando coisas, afetos e a vida em geral?

 

Avareza

- Fiz as coisas só pensando em acumular dinheiro tendo pesar em gastar normalmente?

- Não coloco meus bens materiais a disposição dos demais, especialmente dos mais pobres?

- Por visar o acúmulo, não disponho dos bens materiais para o crescimento de minha família (gerar mais vidas) e para o lazer e qualidade da mesma?

- (Mulheres) Trabalho sem necessidade, negligenciando a educação dos meus filhos, por visar um mero acúmulo de dinheiro ou um requinte desnecessário?

- Ensino meus filhos a rezar e ajudar materialmente os mais pobres?

Ira

- Me irritei facilmente?

- Perdi a paciência facilmente com meu cônjuge ou meus filhos?

- Alimentei sentimentos de vingança?

- Agi externado raiva com maus-tratos e indiferença com meu cônjuge ou meus filhos?

- Desmereci, falei palavras de humilhação para meu cônjuge ou meus filhos?

Gula

- Comi ou bebi demais?

- Dei mau exemplo de falta de temperança no comer e no beber aos meus filhos?

- Gasto dinheiro frequentemente em restaurantes caros por mero luxo de comer bem?

Preguiça

- Não cumpri com minhas obrigações por querer fazer nada?

- Não assumo a responsabilidade da educação e do cuidado dos meus filhos deixando o peso para meu cônjuge?

- Não coopero com meu cônjuge na organização e limpeza da casa e nos afazeres diários?

- Me fecho à minha missão principal como casado, de gerar vidas e educa-las na fé, por mero comodismo?

- Me dedico desmedidamente a programas de lazer pessoal com os amigos me descuidando do lazer da família e da presença junto ao meu lar?

- Não dou responsabilidade e atividades aos meus filhos induzindo-os à preguiça?

Luxuria / Impureza

- Procurei prazeres ilícitos?

- Velo pela castidade de meus filhos fazendo o possível para evitar que estejam e ocasião de pecado (evitando acesso à internet e TV em locais isolados, amizades irresponsáveis etc…)?

Inveja

- Entristeci-me com os bens do próximo?

- Procurei meios para acabar com a felicidade do outro por eu não tê-la?

- Ensino meus filhos a alegrar-se com o que tem e lutar contra a inveja valorizando as qualidades do próximo?

- Tenho ciúmes exagerados do meu cônjuge não confiando nele e tento dominá-lo?

 

Leia também: 32 Questões sobre o Sacramento da Confissão

 

Fonte: http://humanitatis.net/clipping/exame-de-consciencia-para-a-confissao#.U-Zg8PldXIt 

Voltar