Igreja Una Santa Católica e Apostólica


Como (des)animar alguém de ir a Missa!?

23/08/2014 19:36

A Fé Católica está enraizada em Jesus Cristo e no mistério pascal, de sua Paixão, Morte e Ressurreição.

E esta fé e nutrida pela celebração, por excelência, da Eucaristia – a Santa Missa, o único e eterno sacrifício do Senhor Jesus.

“A Igreja vive da Eucaristia. Esta verdade não exprime apenas uma experiência diária de fé, mas contém em síntese o próprio núcleo do mistério da Igreja. É com alegria que ela experimenta, de diversas maneiras, a realização incessante desta promessa: « Eu estarei sempre convosco, até ao fim do mundo » (Mt 28, 20); mas, na sagrada Eucaristia, pela conversão do pão e do vinho no corpo e no sangue do Senhor, goza desta presença com uma intensidade sem par. Desde o Pentecostes, quando a Igreja, povo da nova aliança, iniciou a sua peregrinação para a pátria celeste, este sacramento divino foi ritmando os seus dias, enchendo-os de consoladora esperança.”  (Carta Encíclica ECCLESIA DE EUCHARISTIA,de João Paulo II)

Mas como estamos em um país em que a fé católica é tratada com um certo tom cômico, para não dizer trágico por parte de muitos membros de nossas paróquias, inclusive os próprios sacerdotes.

Pensando nisso, vamos listar cinco formas de você, paroquiano, ministro de música, ministro extraordinário da Eucaristia, coordenador paroquial, padre ou quem quer que seja, que queria fazer com que sua paróquia desanime qualquer ser vivente a sair do aconchego de sua casa, da companhia dos amigos ou até mesmo mude o rumo de sua vida à participar da celebração de sua paróquia.

1.       Quem gosta de uma casa feia?

Que tal deixar algumas luzes da paróquia queimadas, bancos cheios de chicletes? Eaquele papel de bala que jogam no chão?

Que tal começar a reforma pelo Crucificado, afinal de contas Ele ressuscitou. Para quê a cruz?

Colocar um monte de samambaias no presbitério para “enfeitar”, colocar tanto pano no altar (que de tão feio tem que ser escondido) que parece mais uma mesa de bolo de festa de 15 anos, menos o lugar do sacrifício.

Tirem todas as pinturas, imagens de santos e vamos colocar tudo de uma cor só a igreja, já que nossas catequeses são as melhores e não precisamos mais de estas “coisas” na casa de Deus.

2.       Danças litúrgicas e afins para animar a celebração

Que maravilha o mês de setembro quando entram umas quatro ou cinco jovens com seus 13, 14 anos vestidas de branco trazendo a Bíblia na mão e ao fundo tocando uma música protestante que fala de “palavra”, “luz”, “caminho”. É uma motivação enorme ficar vendo um teatro enquanto deveríamos estar focado no Sacrifício Eucarístico.

E a dramatização do Evangelho do dia? Que beleza! O sacerdote senta na cadeira enquanto deveria proclamar o Evangelho vendo algumas bizarrices de teatrinho.

Certa vez vi um pão enorme vindo em procissão, e quando menos esperei vi o padre rasgando o pão e tirando de lá uma bíblia!(?!), mas qual o sentido disso? Ah lembrei! A Palavra de Deus é nosso alimento! Tá sei!

3.       Se arrependimento matasse...

Continuando a nossa meditação como (des)animar as nossas celebrações nunca poderia ficar de fora o coro musical (ou seria ministério? Ou banda? Sei lá, cada paróquia tem o seu ou a sua).

Aquela guitarra (??) alta, no último volume, aquela bateria que nem Ringo Starr no auge dos Beatles tocou com tanta força como o rapazinho da missa de Domingo.

E a salmista que de tanto cantar bem, faz com que o Rei Davi pense que era melhor ter deixado os Salmos escondidos só pra ele, porque conseguem estragar com melodias horríveis e mal entoadas.

E as escolhas musicais é a melhor parte! Músicas protestantes, outras que falam da terra, do trigo, do pão, da uva, do vinho, do escravo, do trabalhador, de tudo; menos de Jesus, o dono do estabelecimento.

4.       Já parou para ver o amor que as pessoas têm pelo Sagrado nas Missas? Quando um ministro da Eucaristia abre a porta do sacrário como se abrisse o armário da cozinha e pegasse um pote de bolachas é coisa linda de se ver. Seu coração na hora reconhece o mistério Eucarístico. #SQN mesmo!

Os vasos sagrados, que mais parecem latas de sardinhas ou potes de onde estão o     Corpo e o Sangue de Nosso Senhor denotam o quanto é fervorosa a comunidade. A vasilha aonde vai o vinho e o pão são mais bonitas que as ambulas do Santíssimo Sacramento.

E o sacrário? “Jesus é o humilde” vão dizer os mais exaltados, Ele não quer habitar em casa de “ouro”, Ele quer habitar na simplicidade. Que tal colocarmos em troncos de árvores, já que Jesus era carpinteiro? Nada mais justo!

5 . Tem bastante pedra falando por aí...

Não adianta meu povo, a ovelha segue o pastor. Quer coisa mais animada que homilias extensas, sem nexo, sem sentido, intermináveis,falando de fábulas engraçadas para a assembleia dar risada?

Melhor ainda quando o padre dá a “palavra” para o leigo fazer a “homilia” no seu lugar. Motivação total para continuar indo às missas!

Mais frutuoso ainda é quando o vigário quer se sentir um com o povo e celebra de calça jeans e camisa social, (Sim, pode acreditar, isso existe), ou muitas vezes usam paramentos tão bonitos quanto às roupas da Regina Casé do programa “Esquenta”, estolas de bichinhos, porque é a Missa das Crianças, (Deeeeussssooooolivreeeee).

Não vamos entrar aqui no mérito das Missas sertanejas, em que os paroquianos passam a vergonha alheia nível máster em irem fantasiados de caipiras, onde se coam café do lado do altar, onde se toca berrante na consagração e a assim vai, “tudo pra Nossinhô”.

 

Vamos ficar só com cinco “animações” para o nosso fim de semana e pensar um pouco mais como seriam as Missas, onde o Sacrifício de Jesus, nosso Deus fosse realmente celebrado, com toda dignidade e majestade que Ele merece.

 

E domingo tem Missa viu gente?!

PaxVobiscum!

Por Leonardo de Souza

 

Leia Mais:

Onde esta o silêncio da catedral?

O Santissimo Sacramento não é amado!

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!