5º Domingo do Tempo Pascal

27/04/2013 17:58

Primeira Leitura: (At 14,21-15,2) Segunda Leitura: (Ap 21,1-8) Evangelho:(Jo 13,31-14,3)

Lectio Divina

A salvação de Cristo é universal, um dom do amor de Deus para com o homem, onde todos os que creem terão sua morada junto de Deus.

A Igreja como manifestação salvífica de Cristo, tem como mandato levar á todos, ao encontro desta salvação e tem os meios necessários deixados por seu Senhor, para comunicar esta salvação, que é muito maior que costumes ou simples leis, mas é comunicar Cristo ao mundo. Esta é a missão da Cidade Santa, da Esposa que ornada com os mais belos meios de salvação (sacramentos), quer entregar ao seu Senhor, seus filhos salvos, para que ocupem as moradas, que desde sempre, Deus preparou para os seus eleitos.

Nesta busca por alcançar a salvação pessoal, dentro da Igreja, muitas vezes por um zelo, não medimos oque dizemos, afirmamos que iremos com o Senhor onde Ele for e quantas vezes o galo cantou e já nem estávamos mais com Ele?

Nossa compreensão de Deus, por mais que esforcemo-nos, será limitada, entenderemos aquilo que foi revelado, por Jesus, mas jamais entenderemos á lógica salvífica de Deus, o Poder para dizer: - Eu sou o Alfa e o Ômega! Ou ainda: - Amai-vos uns aos outros. Como Eu vos tenho amado!

Cabe a nós compreender que a grandeza de Deus, se revela em seu amor, o desejo de congregar á todos, mas também revela seu olhar de justiça, que nos medirá não se formos “circuncidados ou incircuncidados”, mas se amamos, e por amar, observar seus mandamentos, viver da vida da Igreja, testemunhar e ornar a Cidade Santa com o dom de nossa vida entregue ao Evangelho.

 

Por Junior Mathias

 

 

Voltar